PDT PERDE MILITANTE HISTÓRICO PARA OS TUCANOS

O convite foi feito por Roberto Rocha e Léo Costa aceitou. A assinatura simbólica de Léo Costa ao PSDB aconteceu neste sábado, 17, em Barreirinhas.

Em um ato histórico, ocorrido neste sábado, 17, no Salão Paroquial São Vicente (Praça da Matriz) em Barreirinhas, Léo Costa, um dos fundadores do PDT no Maranhão, consagrou sua saída do partido para assinar sua filiação ao PSDB.

O Ato simbólico de filiação ocorreu durante visita do senador Roberto Rocha a Barreirinhas, ocasião em que o parlamentar cumpria agenda para conversar com a população sobre sua atuação parlamentar e apresentar projetos de fomento ao turismo na região, entre eles, o PLS 35/2015, de sua autoria, que cria uma Frente que atuará em defesa do fortalecimento e estímulo das atividades turísticas de todo o território conhecido como “Rota das Emoções”, que interliga os Lençóis Maranhenses (MA) ao Parque Nacional de Jericoacoara (CE), passando pelo Delta do Parnaíba (PI), área de grande potencial econômico para o turismo de prática de esportes náuticos, ecoturismo, turismo de aventura e diversas modalidades de esporte ao ar livre.

Na presença de lideranças comunitárias, políticos da região, empresários do turismo e a população em geral, o senador Roberto Rocha fez o convite a Léo Costa para o ingresso no PSDB, partido que tem como candidato a presidente o Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. Com o convite aceito, foi feita uma assinatura simbólica de filiação. Léo Costa informou que tomará as providências formais para a saída definitiva do PDT. 

Para o senador Roberto Rocha, presidente estadual do PSDB, “é uma honra receber nos quadros do PSDB uma liderança, um intelectual e um homem público da envergadura do companheiro Léo Costa. Certamente o nosso querido Jackson Lago está muito feliz com este momento”.

Emoção – Com uma longa história de luta no PDT, partido do saudoso ex-governador Jackson Lago, Léo Costa foi um dos primeiros partidários a assinar a ficha de filiação do partido no Maranhão. Após o convite do tucano Roberto Rocha, Léo Costa foi às lágrimas ao anunciar que ia aceitar o convite, e que deixava o PDT com aperto no coração, lembrando o duro golpe sofrido nas eleições de 2016, quando foi abandonado à própria sorte pelo deputado federal Weverton Rocha, presidente estadual do PDT no estado, que o deixou sem legenda para disputar a sua reeleição pela sigla trabalhista. Léo Costa foi um dos companheiros mais próximos de Jackson Lago, com quem esteve nos principais e mais importantes momentos da trajetória de luta do PDT no estado.

Em discurso Léo Costa diz que ainda não definiu se lança candidatura a algum cargo político.  “É uma nova página da minha história pessoal e na minha militância política. Chego como um soldado para contribuir com a construção de um novo projeto para o Maranhão e para o Brasil. Tanto o nosso presidente estadual Roberto Rocha quanto nosso presidente nacional Geraldo Alckmin podem contar com este humilde, mas valente soldado”. Afirmou o mais novo tucano do Maranhão. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *